Não existe “estratégia” missionária mais importante hoje em dia do que uma liderança como a de Cristo. Ao mesmo tempo, provavelmente não existe maior ameaça à nossa missão global. No último sermão publicado de John Stott, ele escreveu: “O maior obstáculo para o avanço do evangelho no mundo é o fracasso do povo de Deus em viver como o povo de Deus”.

Ou seja, a maior ameaça ao seu ministério é você! A maior ameaça à missão global não está nas mentiras da teologia da prosperidade, no islamismo, na falta de fundos, ou falta de missionários. A maior ameaça à missão mundial é a igreja. Até arrisco dizer que a maior ameaça à igreja são seus líderes. É por isto que o Movimento de Lausanne é, e sempre foi dedicado não somente às ações de seus líderes, mas também pelo seu caráter.

Uma palavra importante que se destaca na seção II-E-1 do Compromisso da Cidade do Cabo, é a palavra “distinta”: “Ande de forma distinta, como a humanidade nova de Deus”. O trecho continua:

“Uma vez que não existe missão bíblica sem vida bíblica, nós reafirmamos nosso compromisso, com urgência, e desafiamos todos que professam o nome de Cristo a viverem de forma radicalmente distinta das formas do mundo, para “vestir a nova humanidade, criada para ser como Deus em verdadeira justiça e santidade.”

O evangelho chama a igreja a viver de forma distinta do mundo, isto é, uma vida capacitada pela Bíblia. Uma distinção radical da igreja pelo mundo com uma missão bíblica que porta e demonstra o evangelho.

O caráter e ação são demonstrados com grande beleza na pintura encomendada pelo Movimento do artista Bryn Gillette com o tema “Líderes como Cristo para cada igreja”, o terceiro ponto da visão quádrupla de Lausanne.

A pintura retratada acima é baseada em João 10 e a imagem de Cristo como pastor. Ele lidera e é seguido por homens e mulheres de Deus que estão lavando pés, protegendo contra lobos, juntando os perdidos e mostrando o amor de Cristo de diversas formas. Eu sou muito grato por servir um movimento onde este tipo de liderança servil está sendo lindamente vivido e demonstrado.

Isso começou, é claro, com o exemplo de liderança como a de Cristo de nossos fundadores Billy Graham e John Stott. Essa forma de liderar foi vista no primeiro encontro de líderes jovens em Singapura em 1987, sob o cuidado e pastoreio de Leighton Ford. Continuamos a demonstrar e cultivar este modelo de liderança com a GLJ, uma iniciativa liderada por Nana Yaw Offei Awuku, com dez anos de duração, que busca inspirar a próxima geração de líderes globais.

De que formas sua vida e liderança serão radicalmente distintas? As oportunidades para o impacto do evangelho são tremendas, assim como seu custo.

Tudo que o Movimento faz é “para que Cristo seja conhecido”. Eu espero e oro que através de sua vida radicalmente distinta Cristo seja conhecido.

Ore conosco

Senhor, sabemos que ser como Cristo só é possível por causa da cruz. Sem Cristo não podemos nos tornar como ele. Nos dê a graça para permanecermos nele de forma completa e profunda, para que sejamos transformados como ele. Que seu povo seja radicalmente distinto para que possamos encontrar os perdidos e para a glória de seu nome, no qual oramos. Amém.

Print Friendly, PDF & Email

Michael Oh atua como o Diretor Executivo Global/CEO do Movimento de Lausanne. Michael e sua família serviram como missionários em Nagoia, Japão entre 2004 e 2016. Lá ele fundou um ministério chamado de Christ Bible Institute (CBI), que inclui o Christ Bible Seminary, Heart and Soul Cafe, e ministério de implantação de igrejas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*