Pregando sobre o Jesus Ferido para um Povo Ferido

Considerando a situação no Sudão do Sul, país de origem do Peter Aloro, parecia completamente impossível que ele pudesse ir ao Encontro de Líderes Jovens do Movimento de Lausanne (ELJ2016). Trancado em seu escritório em Juba, a capital devastada pela guerra, balas voando pelo ar, ele sequer tinha esperança de continuar vivo.

Mas nosso Deus faz milagres, e Peter escapou. Pouco tempo depois, a salvo em um campo de refugiados em Uganda, ele se despediu de sua família e partiu para Jacarta, Indonésia. A equipe do Movimento de Lausanne que estava na área da recepção acompanhava de longe a situação, transbordando com lágrimas de alegria ao vê-lo chegar.

O ELJ2016 foi uma experiência do paraíso na terra para Peter, que junto com pessoas de 140 nações, louvaram e exploraram o tema “Unidos na Grande História”. O segundo dia do tema tratou da criação, impactando Peter de forma especial pois refletia sua própria história. A exposição bíblica do Richard Chin o encheu com a fé de que Deus, o Criador, pode trazer luz ao vácuo, vazio e à escuridão da situação no Sudão do Sul e aos campos de refugiados. Ele estava pronto para voltar ao seu país como um embaixador da esperança.

img_8541

Então veio o momento da crise. Na sessão vespertina foi exibido um vídeo sobre as condições de dor e pobreza nos campos de refugiados do Sudão do Sul. Ao ver o sofrimento de seu próprio povo em circunstâncias tão familiares, as emoções foram tão esmagadoras que ele teve um  colapso extremo e foi levado às pressas ao hospital. Peter permaneceu sedado por três dias como parte do processo de recuperação, e somente voltou ao encontro no último dia e em um estado quebrantado digno de Neemias, mas com um compromisso ainda mais forte em buscar a cura para seu povo e nação.

“Mesmo tendo perdido alguns dias, não voltei vazio,” lembra Peter. “Quando o Dr. Ravi Zacharias falou que devemos pregar sobre o salvador ferido ao povo ferido, suas palavras atingiram diretamente meu coração me chamando para pregar o evangelho entre meu povo no campo de refugiados. Os meus conterrâneos presenciaram seus entes queridos serem violados e assassinados; foram expulsos de seus lares e obrigados a buscarem o exílio em países estrangeiros. Mas o ELJ2016 me lembrou que Jesus sabia como era ser um refugiado e conheceu o sofrimento, e Ele compreende intimamente e compartilha da dor de seu povo.”

O Peter também teve a chance de formar fortes amizades durante o encontro que o ajudariam com sua paixão renovada em ministrar para seus conterrâneos. Ele se tornou amigo do Nana Yaw Offei Awuku, que serviu como mentor no ELJ2016 e que agora lidera a iniciativa de dez anos de duração do Movimento chamado Geração de Líderes Jovens (GLJ). Segundo Nana “O Peter se tornou um dos meus melhores amigos mais jovens. Compartilhamos orações, jejum e as Escrituras.”

A conexão com Nana no ELJ foi somente o começo do que Deus estava orquestrando, já que o ELJ levou a ainda mais conexões. Vendo o compromisso deste líder jovem, Nana conectou Peter com a Scripture Union Ghana para treinamento no ministério. Lá Peter recebeu sustento para um retiro de equipe de duas semanas em Gana. Paul Borthwick, outro mentor do ELJ, ficou sabendo sobre o Peter e encontrou-se com ele recentemente em Uganda. Paul pode ajudar Peter e sua família com as taxas de estudo durante um semestre particularmente difícil. Justin Schell, que serve na Equipe Executiva do GLJ, conseguiu que Peter fizesse parte de um treinamento de discipulado que ocorrerá em breve no Quênia.

Como fruto das conexões que ele fez e do tempo que passou no ELJ2016, Peter organizou uma conferência no campo de refugiados sul-sudaneses em Uganda para convidar as pessoas para fazerem parte da Grande História representada e vivida em Jacarta. “Nosso objetivo era unir as crianças e jovens de origens culturais diferentes, ajudando-os a amar uns aos outros, e treinando-os como agentes de perdão e reconciliação através do compartilhamento da história de Jesus Cristo, para que possam se tornar pessoas-chave em suas famílias e comunidades,” diz Peter. Inicialmente esperavam receber 150 participantes, no entanto receberam 460!

img_20170319_151022

Os frutos do ministério de Peter no campo de refugiados continuam a brotar nos campos sul-sudaneses. As mulheres estão se unindo com seu amor renovado por Cristo e pelos outros, pastores e líderes jovens estão sendo capacitados em seus ministérios, e as crianças e jovens estão se tornando agentes de paz e reconciliação.

O Peter agora está buscando fazer parceria com mais ministérios e investidores para disponibilizar treinamento de pastores para lidarem com trauma, aconselhamento e perdão. Ele espera facilitar o acesso dos sul-sudaneses ao ministério de reconciliação, uma vez que eles sofreram muito com os efeitos da guerra.

Damos graças ao Pai ao testemunharmos o brotar dos frutos do ELJ2015 e pelo compromisso contínuo de muitos dos mentores do GLJ em conectar-se e servirem aos líderes jovens como Peter. Estendemos o convite para que você se junte a nós em oração para que a mentoria, conexões e recursos missiológicos oferecidos através da iniciativa GLJ continue a dar frutos para a Glória de Deus!

Print Friendly, PDF & Email

Attila Nyári is the Chair of Communications for the 2016 Lausanne Younger Leaders Gathering. He also serves as the Media Relations & Online Engagement Manager for the Lausanne Movement and as a church-planting pastor in the greater Budapest area in Hungary, Europe.