Peggy cresceu na China e nem sempre foi uma líder jovem cristã. Filha de um membro fiel do partido comunista e de uma budista devota, ela conheceu a Cristo na universidade através de um grupo de comunhão em seu campus. Após encontrar a Jesus e crescer em discipulado ela começou a formar sua própria visão e chamado após se graduar e assegurar um emprego de alta gerencia como consultora. “Jesus não só ensinava e evangelizava, ele também ajudava aos marginalizados e necessitados. Portanto, como cristãos, que papel temos na sociedade para ajudar os marginalizados e necessitados?”. Em um país onde os deficientes e pobres são praticamente invisíveis na sociedade, Peggy deseja usar suas habilidades de consultora para habilitar líderes por toda a China com o coração focado nos marginalizados.

Ela percebeu que para tornar esta visão uma realidade, ela precisava de um espaço guiado para refletir sobre suas experiências, focando seu aprendizado em sua área de interesse, além de uma perspectiva mais ampla do mundo através de uma comunidade diversa e acolhedora. Em outras palavras, ela precisava se inscrever em um bom programa de pós-graduação. Mas ela não tinha os recursos financeiros para isso.

Do outro lado do continente, no Sul da Ásia, Carlos compartilha da mesma convicção que Peggy de que os líderes são a chave para trazer mudanças sociais duradouras. No começo de sua carreira, foi o cofundador de uma organização premiada que já ajudou mais de 20 mil pessoas a se tornarem líderes melhores. Ele continuou seu trabalho e fundou uma comunidade que trabalha para trazer transformação socioeconômica na Ásia através da capacitação de pensadores, empreendedores e investidores, para que possam viver seus valores cristãos dentro e através do local de trabalho. Agora ele precisa de um diploma reconhecido globalmente, pois sua influência está crescendo além das fronteiras de seu país. Mas assim como Peggy, obter uma graduação no exterior simplesmente não é possível de um ponto de vista financeiro.

Peggy e Carlos não estão sós. O problema de não poder arcar com os custos ou ter acesso a um programa de pós-graduação respeitado internacionalmente foi um dos problemas mais mencionados por centenas dos líderes jovens que foram cuidadosamente selecionados do mundo todo para se encontrarem na Indonésia para o Encontro de Líderes Jovens de Lausanne de 2016 (ELJ2016), do qual ambos a Peggy e Carlos participaram. A GLJ (Geração de Líderes Jovens), resultado do ELJ, é um compromisso de 10 anos de duração do Movimento de Lausanne para acompanhar estes líderes jovens à medida que sua influência se expande.

Agora, três anos após o encontro, uma nova oportunidade possibilitou que eles dessem um passo à frente. Carlos e Peggy estão entre as 15 primeiras pessoas que receberam uma bolsa de estudos completa pela GLJ Educar. Esta nova iniciativa em parceria com universidades e seminários oferece bolsas de estudos para líderes jovens de influência emergente que não poderiam custear ou ter acesso a mestrados ou doutorados sem esta ajuda.

“Não é todo mundo que precisa de uma pós-graduação para realizar o que Deus lhes chamou para fazer,” diz CJ Davison da equipe da GLJ Educar, “mas acreditamos que há situações específicas onde Deus está chamando líderes jovens cristãos para papéis significativos – em suas regiões, países ou até globalmente. . . e um diploma de mestrado ou doutorado pode ser necessário no futuro para alguns destes líderes jovens.”

Em setembro de 2018, Carlos e Peggy começaram um mestrado online com um ano de duração em liderança organizacional através de uma universidade americana, e já estão colhendo os frutos. Peggy, por exemplo, está podendo trabalhando em um projeto de fluência cultural para uma australiana que está com dificuldades em liderar sua equipe chinesa em um centro que serve crianças autistas. “Foi possível ajudá-la bastante, pois ela nunca havia pensado que alguns de seus desafios de liderança eram simplesmente barreiras culturais,” diz Peggy.

Durante seus estudos, que não estão submergidos em sua própria cultura, Carlos está podendo afiar seu pensamento sobre a advocacia de forma mais ampla e está se tornando mais habilidoso em navegar as águas, muito vezes turbulentas, do trabalho em equipes transculturais. Ele cita estudos de caso em tempo real de liderança na diversidade e desafios que lhe ofereceram “a estrutura para resolver os desafios atuais que enfrento e me equipar para o futuro”. O futuro, que para o Carlos, inclui a esperança de estabelecer uma escola para treinar jovens líderes de conselhos.

Até o momento, doze universidades e seminários entraram em parceria com a GLJ Educar para oferecer bolsas de estudo com um potencial de mais de 750 mil dólares. Para CJ “Deus está usando a equipe e ministério da GLJ Educar por causa da reputação e histórico do Movimento de Lausanne, que realmente abrem portas que não seriam normalmente abertas. Este respeito histórico e fiel é de longa data, e as instituições sabem disso. É por isso que elas estão dispostas a abrirem as portas e oferecerem estas doações generosas, e em retorno, nós as conectamos com os líderes jovens que elas buscam.”

Peggy e Carlos representam apenas um pequeno exemplo da liderança cristã emergente ao redor do mundo. Para muitos líderes jovens, um programa de pós-graduação é a chave necessária, mas impossível de se alcançar, para que possam alcançar suas visões. CJ e a equipe da GLJ Educar esperam poder continuar a ajudar mais líderes jovens a conseguirem esta chave nos anos seguintes. “Uma grande parte da nossa visão seria expandir nossa variedade de parcerias com outras instituições,” ele diz. “Queremos adicionar mais programas no mundo todo para que os líderes jovens possam estudar mais perto de onde vivem e em idiomas que falam fluentemente.”

Líderes jovens ponderados, estudados e habilidosos do mundo todo são os próximos influenciadores do mundo, suas vidas e ministérios têm potencial para fazer um impacto amplo e profundo. Equipar e apoiá-los é construir o fundamento de um futuro melhor – para as pessoas cujas vidas eles tocarem e para todos nós.

Leia mais sobre a iniciativa da Geração de Líderes Jovens e da GLJ Educar.

Os nomes foram alterados por motivos de segurança

Print Friendly, PDF & Email

Sara Kyoungah White é a Editora de Comunicações do Movimento de Lausanne. Ela atualmente vive em Grand Rapids, Michigan, nos EUA.